Ruptura na oposição à liderança da mutualista Montepio

Associados próximos do PCP saem das negociações e justificam ruptura com “o desequilíbrio que resultaria de aceitação” das propostas das restantes tendências.

Foto
PP PAULO PIMENTA

Ao fim de meses de negociações de bastidores, os vários grupos que contestam a liderança da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG), chefiada por Virgílio Lima, não chegaram a acordo para concorrerem em conjunto às próximas eleições aos órgãos sociais da AMMG, agendadas para Dezembro deste ano.