Dizer uma coisa e fazer outra

Pode ser que ainda haja bom senso e PS e PSD acabem por fazer o que está certo na criminalização da ocultação de riqueza, sem fingimentos. É difícil.

Com tanto falatório sobre a criminalização da ocultação de riqueza adquirida em funções públicas, múltiplas declarações do Presidente da República, do primeiro-ministro, da ministra da Justiça e dos partidos políticos, centenas de notícias de imprensa e dezenas de artigos de opinião, editoriais, comentários e debates, é grande o risco de se perder o fio à meada e engolir o primeiro rebuçado que apareça bem embrulhado. Vale assim a pena ir ao essencial: que comportamentos problemáticos a actual lei deixa de fora e que soluções propõem os partidos para eles?