A mentira voa, mas a verdade coxeia

Na impossibilidade de abordagens globais serem totalmente eficazes, cabe a cada um de nós garantir que toma as precauções necessárias para não ser enganado nem propagar notícias falsas.

Jonathan Swift, escritor e satirista anglo-irlandês, conhecido por diversas obras, entre as quais As viagens de Gulliver e Uma modesta proposta, escreveu em 1710: “A mentira voa, e a verdade vai a coxear atrás, de forma que quando os homens se tentam desenganar é demasiado tarde; a brincadeira acabou e a história surtiu o seu efeito; como um homem, que pensa numa boa resposta quando a conversa já mudou ou os amigos se foram embora; ou como um médico, que descobriu uma medicina infalível, depois de o doente ter morrido.”

Sugerir correcção
Ler 8 comentários