Quando teve apoio para tratar a depressão, Ana Filipa conquistou o direito a ficar com os filhos

Com um investimento privado de 430 mil euros, o Projecto Família colmatou as insuficiências dos serviços sociais de apoio à infância e pôs em marcha um acompanhamento próximo e permanente de famílias com crianças em risco. Em 180 crianças, apenas 20 foram retiradas de casa.

Foto

Quatro anos passaram desde que o Tribunal de Família e Menores do Porto aplicou aos filhos de Ana Filipa uma medida de promoção e protecção de apoio junto da mãe. A qualquer momento, a medida poderia converter-se numa ordem de retirada das crianças para uma casa de acolhimento se ela não afastasse o perigo a que estavam expostos a filha, de dez anos, e o mais novo, de cinco.