Sentir a pandemia na pele: da comichão e das quedas de cabelo à infecção

O surgimento acentuado da acne, as quedas de cabelo constantes, as rosáceas e episódios de comichão espontânea são resultado de crises dermatológicas que a pandemia agravou ou expôs. Mas as reacções da pele podem ser mais do que crises: podem ser sintomas de infecção por covid-19 e é importante estar atento aos sinais.

Foto
Durante o tempo de confinamento e durante os períodos mais complexos da pandemia, os especialistas, do espectro público e do privado, mantiveram a actividade Rui Oliveira

O aumento da queda de cabelo causado pelo stress, as rosáceas que eram mais do que pele vermelha causadas pela incerteza, a acne que não abrandava com cremes e tratamentos – a pandemia mexeu com as nossas vidas, mas também com o nosso corpo: em alguns casos agravou sintomas já existentes, noutros fez desencadear problemas que estavam hibernados.