Para nossa eterna vergonha

A verdade que mais me importa sublinhar é a do falhanço moral indesculpável da comunidade internacional, que abandonou pessoas a quem tinha dado esperança e incentivado a correr riscos com base em promessas de protecção que não cumpriu.

A saída desordenada da comunidade internacional do Afeganistão e a devolução gratuita do poder aos Talibãs é uma vergonha para a comunidade internacional e uma tragédia para os milhões de afegãos que se envolveram no processo de mudança política, social e cultural do país nos últimos 20 anos. Em situação particularmente vulnerável estão as mulheres que estudaram, trabalharam e exerceram cargos públicos. Penso especialmente nas 270 juízas: essas “infiéis” que ousaram sentar-se em frente de homens, olhá-los com autoridade e julgá-los pelos seus actos. Têm a cabeça a prémio. Ninguém sério acredita nas promessas de tolerância daqueles tresloucados barbudos com pensamentos medievais que consideram as mulheres sub-humanas e já andam por todo o lado armados com metralhadoras a matar e perseguir.

Sugerir correcção
Ler 18 comentários