A responsabilidade de proteger não justifica a supressão das liberdades

Mais do que as agressões ao nosso modo de viver, são os actos com que lhes respondemos que mudam o mundo.­

Com o pensamento em dois grandes portugueses, que nos deixaram ao mesmo tempo: Jorge Sampaio e Manuel Patrício.