Os apoios a bares e discotecas chegaram no último dia do prazo?

A denúncia partiu da Associação Nacional de Discotecas.

Foto
Nelson Garrido

A frase

Os apoios que eram para chegar no início de Setembro chegaram hoje de manhã, na data limite

José Gouveia, presidente da Associação Nacional de Discotecas, no dia 30 de Setembro

O contexto

Os bares e discotecas puderam abrir às ooh desta sexta-feira, dia 1 de Outubro, ao fim de mais de um ano e meio fechados por causa da covid-19. Vários empresários reclamaram nos últimos dias que o dinheiro do Apoio à Retoma não chegou a tempo e, por isso, muitos não conseguiram ter os seus estabelecimentos abertos no primeiro dia em que passou a ser permitido. À TSF, José Gouveia, presidente da Associação Nacional de Discotecas, queixou-se de que o Governo apenas pagou os apoios na data limite, ou seja, no dia anterior à retoma do sector. 

Os factos

As associações representativas dos bares e discotecas alegam ter tido uma reunião em Julho com o secretário de Estado do Comércio, João Torres, em que este prometeu que seria pago no início de Setembro um apoio idêntico ao dado no último trimestre de 2020, beneficiando as empresas que tivessem tido quebras de receitas superiores a 50% — o valor seria igual a 25% dessa quebra. Uma vez que muitas já estavam fechadas no último trimestre de 2020, a comparação seria com o último trimestre de 2019, segundo explicou ao PÚBLICO Ricardo Tavares, da Associação Portuguesa de Bares e Discotecas.

Contactado pelo PÚBLICO, o Ministério da Economia e Transição Digital confirma que uma última parcela de apoios económicos no âmbito da pandemia de covid-19, exclusivamente dedicada ao sector da animação nocturna, conforme foi regulamentado numa portaria de 2 de Agosto, começou a ser paga no dia 1 de Setembro.

O PÚBLICO tentou ainda contactar José Gouveia, mas até ao momento da publicação deste artigo não foi possível ouvir o presidente da Associação Nacional de Discotecas. 

Em resumo

Assim sendo, e apesar de haver casos em que empresas de animação nocturna apenas receberam a verba no dia 30, o Governo começou a pagar os apoios a este sector no início do mês de Setembro e não apenas no dia anterior à retoma da actividade, tal como deu a entender José Gouveia à TSF. Desta forma, trata-se de uma afirmação parcialmente falsa.