Caldas da Rainha: como um movimento independente destronou 36 anos de PSD

Vítor Marques, um discreto presidente da junta de freguesia local, eleito durante dois mandatos pelo PSD, decidiu concorrer nestas autárquicas com um movimento independente. Resultado: destronou o partido que governava há 36 anos as Caldas da Rainha.

Foto
No movimento Vamos Mudar, liderado por Vítor Marques, a ausência de funções políticas anteriores parecia ser uma condição implícita

Não foi promissor o arranque da candidatura que viria a provocar uma autêntica revolução nas Caldas da Rainha. Em 1 de Março deste ano Vítor Marques era um homem solitário que se apresentou à imprensa local em frente ao lago do Parque D. Carlos I. Não tinha ninguém ao seu lado. Não apresentou equipa. Apenas o nome de António Curado, um prestigiado médico da cidade que seria o número um para a Assembleia Municipal.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários