“Não falar do suicídio não faz com que ele não exista”: esta associação quer apoiar os sobreviventes

A associação Sobre Viver Depois do Suicídio, criada em Junho de 2021, pretende apoiar os sobreviventes de suicídio e sensibilizar a sociedade para o tema. “Um dos primeiros obstáculos que os sobreviventes nos relatam é não serem compreendidos no seio da comunidade.”

Foto
Getty Images

Quando o pai de Sara Miguéns se suicidou, em 2019, Sara comentou várias vezes com a psicóloga que sentia a necessidade de fazer parte de um grupo de apoio especializado. “Precisava de ouvir outras pessoas e de falar com outras pessoas que conseguissem mapear-se com os meus sentimentos e as questões que me assombravam numa fase inicial”, recorda, em entrevista ao P3. Foi só há uns meses que encontrou a associação Sobre Viver Depois do Suicídio, num scroll de domingo pelo Facebook. “Achei muito interessante o facto de ser focada na pósvenção, ou seja, em olhar para os designados sobreviventes de suicídio, as pessoas que ficam à volta e que são impactadas pelo suicídio [de alguém], e desenvolver mecanismos para as apoiar.”

Sugerir correcção
Ler 1 comentários