Marcelo quer Portugal a convergir com a UE, sem perder oportunidades

O Presidente fez um discurso com passado, mas virado para o futuro. Pediu atenção às necessidades do povo e deixou pistas para gastar os milhões que vêm de Bruxelas.

Foto
Cerimónia do 5 de Outubro de 2021 na Câmara de Lisboa

António Costa já tinha dito que o Plano de Recuperação e Resiliência “é um plano para oportunidades únicas”. Nesta terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa concordou, mas acrescentou: “Temos nos anos próximos uma ocasião única e irrepetível de reconstruir destinos, de refazer esperanças, de renovar sonhos (…). Não a podemos perder. Não a vamos perder.”