A antiga Sociedade de Porcelanas de Coimbra volta a abrir para uma exposição de um dia

Colectivo Pescada nº5 apresenta Admirável Mundo Novo, um esforço de grupo em que a peça principal é o edifício devoluto.

cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria
cultura,literatura,teatro,local,livros,coimbra,
Fotogaleria

À entrada da antiga Sociedade de Porcelanas de Coimbra, um velho complexo fabril encaixado bem no miolo da cidade, no vale da Arregaça, ergue-se uma pilha de moldes. Há uma certa ordem, o que indicia que está algo para acontecer num edifício que permanece num limbo, devoluto, desde que a produção por ali parou definitivamente, em 2005.

Sugerir correcção
Comentar