Vamos deixar de manter uma latrina numa piscina?

O “Tribunal Constitucional” da Polónia decidiu agora que o art. 1.º do Tratado da União Europeia, que institui a União, e o art. 19.º, que determina que o Tribunal de Justiça da União Europeia decide sobre a interpretação da lei europeia, são incompatíveis com a Constituição polaca.

A imagem não é bonita, nem bem cheirosa, nem higiénica. Mas a meu favor devo declarar que ela tem impecáveis pergaminhos académicos. Um ilustre professor da Universidade da Pensilvânia, Dan Kelemen, especialista em Ciência Política e em Estudos Europeus, usou-a na respeitável revista Comparative European Politics — volume 17, número 2, página 249, para quem gosta de citações precisas: “aceitar um Governo autocrático de um Estado-membro na União Europeia é como permitir a instalação de uma latrina dentro de uma piscina — a certo ponto o fedor acabará por contaminar a água toda”.