PSD e BE apresentaram contas “limpas” nas campanhas das legislativas e europeias de 2019

No ano de três campanhas eleitorais, Chega e CDS foram os partidos mais incumpridores. Porém, desconhecem-se as sanções aplicadas, pois a Entidade das Contas deixou de as publicar.

Foto
O Bloco de Esquerda foi o único partido sem irregularidades nas três campanhas eleitorais de 2019 Pedro Fazeres

O ano de 2019 foi pródigo em campanhas eleitorais – houve legislativas, europeias e regionais da Madeira -, e como tal um ano de intenso trabalho para a Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP), a quem cabe fiscalizar as contas de cada campanha e de cada partido. Mas foi nesse mesmo ano que aconteceu algo inédito: vários partidos apresentaram “contas limpas”, sem qualquer irregularidade, em mais do que uma campanha seguida.