Juiz acusa MP de “desonestidade intelectual” e iliba ex-deputado Agostinho Branquinho de todos os crimes

Restantes nove arguidos também foram ilibados de todos os delitos. Juiz teceu críticas à forma como o Ministério Público conduziu o processo.

Foto
Agostinho Branquinho foi deputado do PSD Raquel Esperança / PUBLICO / Arquivo

O antigo deputado do PSD Agostinho Branquinho foi absolvido esta sexta-feira dos quatro crimes de que estava acusado, incluindo tráfico de influência e prevaricação, num caso relacionado com o processo de licenciamento e construção do Hospital de São Martinho, uma unidade privada de saúde em Valongo. Igualmente ilibados foram os outros nove arguidos acusados neste processo, incluindo o antigo presidente da Câmara de Valongo, Fernando Melo, dois ex-vereadores dessa autarquia e o empresário responsável pela obra.