Falta de manuais escolares deve-se a atrasos na impressão e distribuição

APEL afirma que prolongamento do ano lectivo passado criou constrangimentos na impressão, mas garante que processo estará concluído “muito em breve”.

Foto
Já foram resgatados cerca de 80% dos vouchers para levantamento de manuais Fernando Veludo/NFactos

Um mês após o início do ano lectivo ainda há alunos que não têm os manuais adoptados pelas suas escolas devido a dificuldades na impressão e distribuição destes livros, confirmou a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) em respostas ao PÚBLICO nesta quinta-feira.