Os portugueses estão a comer o dobro do recomendado e de forma mais desequilibrada

O consumo de carne entre os portugueses é quatro vezes superior ao recomendado na Roda dos Alimentos, revela a Balança Alimentar Portuguesa para 2016-2020. “É um murro no estômago”, reage a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, Alexandra Bento. Em ano de pandemia, aumentou o consumo de ovos, chocolates e cafés, mas a ingestão de álcool diminuiu em cerca de 14,3%.

Foto
Os portugueses comem quatro vezes mais carne que o recomendado Pedro Elias

Os portugueses continuam a comer demasiado. E o que é pior: de forma desequilibrada. A Balança Alimentar Portuguesa (BAP) 2016-2020, divulgada esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) precisa que o aporte calórico médio diário por habitante foi de 4075 quilocalorias, isto é, duas vezes acima do valor recomendado para um adulto de peso médio saudável (2000 quilocalorias) e superior, por outro lado, às 3954 quilocalorias registadas no quinquénio 2012-2015.