“Lucio Costa é um património de todos”

Espólio do arquitecto que fez Brasília, o culminar do pensamento moderno para a cidade, foi doado a Portugal pela família.

Foto
Lucio Costa em Nova Iorque nos anos 60 David Vestal / Espólio Lucio Costa / Acervo Casa da Arquitectura

A doação do espólio de Lucio Costa, que concebeu o desenho da capital do Brasil, é o resultado de o arquitecto e urbanista ser “um homem do mundo”, diz Ana Vaz Milheiro, crítica de arquitectura do PÚBLICO e também especialista em arquitectura brasileira. O que é fundamental, diz quando comenta a doação a Portugal, é que o arquivo seja disponibilizado. “Que qualquer investigador em qualquer parte do mundo, seja português, seja brasileiro, ou de qualquer outra nacionalidade, possa ter acesso ao arquivo. É um ganho para todos que esteja na instituição que tiver melhores condições. Isto porque Lucio Costa não é uma figura só brasileira, mas uma figura internacional da cultura arquitectónica. Lucio Costa é um património de todos.”