A Aveleda já encontrou o seu Barca Velha

O vinho chamar-se-á Quinta Vale D. Maria Vinha do Moinho e só será comercializado nos melhores anos.

Foto
PAULO PIMENTA

Durante muitos anos, os Guedes da Aveleda, parentes dos Guedes da Sogrape, mantiveram-se firmes na opção de crescer em redor da casa e dos jardins românticos que possuem junto a Penafiel e onde há sempre pavões prontos a exibir a sua encantadora plumagem. Deram-se tão bem que, quase sem saírem do Minho e dos brancos de Alvarinho, Loureiro e afins, conseguiram converter-se numa das companhias mais rentáveis do país em termos relativos. A ousadia maior que tiveram foi comprar, em 1997, a Quinta da Aguieira, na Bairrada (20 hectares).