A política portuguesa em estado de desgraça

Se a esquerda parece não se entender para governar o país, a direita parece entender-se ainda menos para se governar sequer a si mesma.

Talvez mesmo só as forças combinadas da Noite das Bruxas, do Dia dos Finados e do duocentésimo sexagésimo sexto aniversário do Grande Terramoto de Lisboa permitam explicar o estado de insanidade que se apossou da política portuguesa.

Sugerir correcção
Ler 39 comentários