União Europeia aprova quinto pacote de sanções contra a Bielorrússia

Bruxelas está a recolher informações sobre companhias aéreas que transportam migrantes para Minsk e que podem vir a ser impedidas de aterrar no espaço europeu. Tensão na fronteira com a Polónia intensifica-se, tal como a crise humanitária.

Foto
A Polónia acusou a Bielorrússia de disparar, provavelmente tiros de aviso, na zona da fronteira. Os guardas polacos disseram que usariam a força caso alguém passasse a fronteira Reuters/BelTA

A União Europeia aprovou, esta segunda-feira, um quinto pacote de sanções contra a personalidades e organizações ligadas ao regime do Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, e pondera actuar em breve contra companhias aéreas, agências de viagens e outros intermediários no transporte de migrantes até Minsk e daí para as fronteiras com países como a Lituânia e a Polónia — onde a tensão se intensifica, tal como a crise humanitária, com grupos de migrantes encurralados entre as forças bielorrussas e polacas.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários