Biden e Xi: um encontro para “estabilizar os navios gigantes”

Pequim resume o sucesso da conversa com os números “3421”: três princípios, quatro prioridades, dois pontos de consenso – a importância das relações e a recusa de uma nova Guerra Fria – e uma questão importante, que é Taiwan.

Foto
Os sorrisos que marcaram o início da reunião virtual SARAH SILBIGER/EPA

O encontro virtual entre os líderes dos Estados Unidos e da China durou três horas e meia, começou com Xi Jinping em tom amistoso e Joe Biden a tentar impor distâncias, e terminou sem um comunicado conjunto. “Isto não marca o fim das hostilidades, mas antes o início de uma nova fase de competição”, resume ao jornal The Washington Post Jude Blanchette, analista do Center for Strategic and International Studies.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários