Belém e São Bento sintonizados: medidas restritivas mais “moderadas” devem voltar

O Governo irá ouvir os partidos na próxima terça e quarta-feira, para avaliar quais as medidas que podem ser aplicadas para travar o aumento de casos de covid-19.

Foto
O Presidente da República e primeiro-ministro afastam (para já) o estado de emergência, mas admitem restrições PÚBLICO

A semanas de haver um Parlamento com poderes limitados e com uma nova onda de casos covid-19 no horizonte, os especialistas em saúde pública, parceiros sociais e responsáveis políticos voltam a encontrar-se esta sexta-feira, no Infarmed. E ainda que o estado de emergência esteja afastado nesta fase, crescem os sinais – quer de Belém, quer de São Bento – de que haverá novidades para travar uma nova vaga. A preocupação com a terceira dose da vacina também deverá ser uma das preocupações em debate.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários