Mudam-se os tempos... II

A propaganda e a publicidade existem para convencer. A informação existe para informar. Situam-se nos antípodas, mas não são incompatíveis.

Na sua edição de 11 de Novembro de 2021, o jornal aceitou publicar um texto publicitário intitulado A China quer ser construtora da paz mundial. Ilustrado com as bandeiras do país e da ONU, é uma peça clássica de propaganda que pretende incensar os méritos do regime e do Governo chineses.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários