Maria Reis escreve em Viseu o seu álbum pós-traumático

A partir de uma residência artística, a compositora de 28 anos está a escrever, no Teatro Viriato, Benefício da Dúvida, álbum que gravará no estúdio do gnration, em Braga, e que verá a luz do dia em 2022. Este sábado, em Viseu, os novos temas são tocados ao vivo pela primeira vez.

cultura,pega-monstro,teatro-viriato,viseu,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
Da residência artística de Maria Reis no Teatro Viriato está a nascer o disco "Benefício da Dúvida", que será lançado em 2022
cultura,pega-monstro,teatro-viriato,viseu,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
As novas composições serão tocadas ao vivo pela primeira vez este sábado no Viriato, em Viseu

Maria Reis ficou assustada quando entrou na sala de ensaios do Teatro Viriato (Viseu) pela primeira vez. Não tem janelas. “Comecei logo a pensar: ‘Não vou poder ver o Sol, vou dar em doida’”, conta ao PÚBLICO, antes de dizer que aprendeu a gostar do espaço. “Não há grandes distracções. Estou num bunker, que poderia ser claustrofóbico, mas não o é.”

Sugerir correcção
Comentar