“Isto não serão fascistas a mais?”

A cancel culture pretende apagar a História, tal como o regime soviético apagava das fotografias oficiais os que caíam em desgraça.

O provedor recebeu um protesto formulado em termos vigorosos pelo leitor Joaquim Calado. Em causa está a edição de domingo, 21 de Novembro de 2021. Na melhor tradição da retórica romana, o leitor começa o seu correio com um aplauso: “O PÚBLICO é o meu jornal. Sou assinante da edição digital porque quero e defendo uma imprensa livre e plural e porque, como dizem e concordo, temos de pagar por boa informação. (…) Todos os dias agradeço às pessoas que fazem o PÚBLICO darem-me o privilégio de ler um bom jornal.”

Sugerir correcção
Ler 3 comentários