Um futuro de “instabilidade e insegurança” e uma pandemia: 23% dos jovens já tentou ou pensou no suicídio

Estudo Os jovens em Portugal, hoje: quem são, o que pensam e o que sentem, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, pretende desenhar um retrato dos jovens portugueses. Resultados mostram a realidade da precariedade laboral, baixos rendimentos e a importância do aspecto físico. E deixam um alerta: 23% dos jovens já tiveram pensamentos ou actos suicidas.

Foto
Angelina Bambina/ Getty Images

Estão preocupados com o aspecto físico, mas não se sentem satisfeitos com o seu; têm contratos precários e gastam a maior parte do rendimento; têm altas taxas de tentativas ou pensamentos suicidas e de consumo de antidepressivos. Estas são algumas das conclusões do estudo Os jovens em Portugal, hoje: quem são, o que pensam e o que sentem, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, que pretende traçar um retrato dos jovens portugueses.

Sugerir correcção
Ler 8 comentários