A sugestão e as sombras de Emma Dante no teatro

Na sua criação indomável para o palco, a italiana trabalha a partir do quotidiano de Palermo, cidade que vive apenas dentro das personagens.

Foto
Os objectos teatrais de Emma Dante são reinventados enquanto cinema e não simplesmente adaptados a uma linguagem distinta

No cinema, As Irmãs Macaluso de Emma Dante passam a ser cinco. Menos duas do que aquelas que existiam em palco. Pode parecer um pormenor despiciendo, uma irrelevância de ordem prática. Mas não será excessivo ver nessa redução a procura por uma linguagem cinematográfica mais realista e menos fantasista, mais interior e menos exterior, mais contida e menos desabrida. Aquilo que acontece na criação de Emma Dante enquanto dramaturga e encenadora encontra-se mais na tangência com o teatro popular, é fruto de um intenso e prolongado trabalho sobre a improvisação dos actores, com um certo grau de descontrolo que confere às peças essa qualidade de uma fantasia construída sobre aquilo que vibra e pulsa sob a superfície do quotidiano siciliano.

Sugerir correcção
Comentar