Castelo Rodrigo e Cumeada entre as melhores aldeias turísticas do mundo

As duas aldeias portuguesas passam a ostentar o selo Best Tourism Villages da Organização Mundial de Turismo.

alqueva,evora,fugas,patrimonio,alentejo,turismo,
Fotogaleria
Castelo Rodrigo Aldeias Históricas de Portugal
alqueva,evora,fugas,patrimonio,alentejo,turismo,
Fotogaleria
Castelo Rodrigo Aldeias Históricas de Portugal
alqueva,evora,fugas,patrimonio,alentejo,turismo,
Fotogaleria
Castelo Rodrigo Aldeias Históricas de Portugal
,Trancoso
Fotogaleria
Castelo Rodrigo,Castelo Rodrigo Aldeias Históricas de Portugal,Aldeias Históricas de Portugal
alqueva,evora,fugas,patrimonio,alentejo,turismo,
Fotogaleria
Castelo Rodrigo Aldeias Históricas de Portugal

A Organização Mundial do Turismo anunciou que Castelo Rodrigo, no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda), e Cumeada, no concelho de Reguengos de Monsaraz (Évora) e central no Dark Sky Alqueva, foram distinguidas na categoria de “Melhor Aldeia Turística”.

O anúncio oficial das “Melhores Aldeias Turísticas 2021” ocorreu na 24.ª Assembleia Geral da Organização Mundial do Turismo, que decorreu esta quinta-feira em Madrid, Espanha.

As duas aldeias portuguesas figuravam entre as 170 candidatas de 75 países, que participaram na primeira edição da “Best Tourism Villages by UNWTO”, uma iniciativa promovida pela Organização Mundial de Turismo.

A Organização Mundial de Turismo distinguiu a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo e a Cumeada por estarem “comprometidas com a promoção e a preservação do seu legado cultural e histórico”, sendo “promotoras de turismo sustentável”.

Através do exemplo das “Melhores Aldeias Turísticas”, a Organização Mundial do Turismo procura demonstrar que o turismo pode ser uma força positiva para o desenvolvimento rural e o bem-estar das comunidades.

O presidente da Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo, Carlos Condesso, congratulou-se com este galardão, que “é o reconhecimento do trabalho desenvolvido há décadas por vários agentes locais, políticos e pelo Turismo de Portugal e a Associação das Aldeias Históricas de Portugal, que levaram a cabo esta candidatura”.

“Esta distinção confirma que a Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo e as restantes 11 aldeias da rede estão no caminho certo, para continuar a desenvolver um trabalho ao nível da sustentabilidade ambiental e da dinamização e divulgação, por forma a captar ainda mais fluxos turísticos para estes territórios de baixa densidade, que têm tanto potencial para explorar”, acrescentou.

"Uma Via Láctea a nascer em pano de fundo, acima do Parque de Natureza de Noudar". Miguel Claro
O Arco da Via Láctea e um grupo de fotógrafos e observadores de estrelas. Um céu de verão a partir do Campinho, na reserva Dark Sky. Miguel Claro
Foto-sequência: "é possível ver o caminho da Lua percorrido durante a fase da totalidade durante o Eclipse Total Lunar ocorrido a 21 de Janeiro de 2019". Captado a partir da Mina de São Domingos, Mértola. Miguel Claro
Uma "Lua Cheia envolta numa fina camada de nuvens e imersa entre dezenas de galhos de uma árvore". Captada a partir do centro histórico de Évora. "Uma visão relativamente abstracta" captada em "dupla exposição com focus stacking". Miguel Claro
"Panorama captado ao amanhecer no estágio final do Eclipse Lunar de 2019". Imagem captada na Mina de São Domingos, Mértola. "As áreas de escombreiras, escórias e canais de água, dão à paisagem um aspecto 'lunar'" Miguel Claro
"Visível abaixo de duas galáxias, a nossa Grande Via Láctea que se destaca no topo deste panorama vertical, e a Galáxia de Andromeda, a forma elíptica difusa que brilha perto do centro da imagem". E, ali, o barco Sem Fim: é um veleiro holandês construído em 1913 que foi transformado em casa e agora navega no Alqueva. Miguel Claro
Vista panorâmica que mostra a Via Láctea subindo acima das colinas da praia fluvial das Azenhas do Guadiana. Miguel Claro
"Por vezes podemos ser repentinamente surpreendidos com um meteoro esporádico brilhante". Eis um desses momentos: "um brilhante meteoro dourado foi captado num single frame obtido no Parque de Natureza de Noudar a partir de uma sequência total de disparos de cerca de 4 horas. Em pano de fundo e à direita da árvore, é ainda visível a suave presença esbranquiçada da Via Láctea." Miguel Claro
A Lua cheia de Abril, conhecida como "Pink Moon" sobre a "linda vila medieval e o castelo de Monsaraz" Miguel Claro
"Um cenário ao Luar com a presença do planeta Júpiter a brilhar por detrás de um céu nublado que se precipita acima da paisagem ácida da Corta da Mina", na Mina de São Domingos, Mértola. Miguel Claro
"Uma visão nostálgica da lua cheia envolta no nevoeiro cerrado que se faz sentir em certas madrugadas frias do inverno alentejano". É o céu de Monsaraz. Miguel Claro
"Em contacto com os animais e a natureza num ambiente nocturno" de Monsaraz. Miguel Claro
"A Via Láctea, a nossa própria galáxia vista a partir da Terra e da Reserva Dark Sky Alqueva, acima de uma oliveira". Mourão e Barrancos. Miguel Claro
O Observatório e Sede Oficial Dark Sky Alqueva, localizado na Cumeada. Miguel Claro
A “Lua de titânio” de Miguel Claro que está entre as nomeadas para o concurso de fotógrafo de astronomia do Real Observatório de Greenwich. Miguel Claro
Fotogaleria

O Dark Sky Alqueva, Prémio Turismo Responsável nos World Travel Awards, pelo fotógrafo dos astros.

Miguel Claro

Já a presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, Marta Prates, destacou que a distinção da aldeia de Cumeada como uma das melhores aldeias turísticas do mundo é um prémio que tem “uma importância gigantesca”.

“A aldeia da Cumeada poder passar a usar o selo Best Tourism Villages é um reconhecimento extraordinário, sobretudo, de quem tem trabalhado muito na promoção do turismo das estrelas, que é o Dark Sky”, sublinhou.

Para a autarca, esta distinção “é muito importante” para este território alentejano, pois “qualquer reconhecimento” que possa “contribuir para que o concelho esteja bem representado ao nível do turismo é sempre muito importante”.

“Há um trabalho de fundo muito importante ao nível do Dark Sky e daquilo que é o reconhecimento do nosso céu, do céu do Alentejo, como destino turístico e a expectativa e a perspectiva é sempre que haja um acréscimo de visitantes”, acrescentou.