A primeira peregrinação sinodal

O que mais me impressiona é o que está a acontecer de extraordinário, na Igreja católica, não apenas acerca dos seus erros e pecados, no passado e no presente, mas na convocatória de todos para tornar a Igreja outra no serviço de um mundo outro.

1. Graças a alguns meios de comunicação[i], é possível acompanhar não apenas o que vai acontecendo na Igreja católica, mas no vasto e plural universo religioso, sempre com novas e antigas expressões da sensibilidade ou insensibilidade religiosa. Se, em certos países, é significativo o crescimento de pessoas que se vão afastando da religião institucional, sem abandonar as preocupações éticas e espirituais, esse não é um fenómeno global. A notícia de que, na célebre Universidade de Harvard (EUA), tenha sido eleito um judeu ateu para presidente do conjunto dos seus capelães, não foi recebida, em todo lado, como uma boa peça de humor. Vai longe o tempo em que uma das primeiras funções dessa Universidade era a formação do clero congregacionista e unitarista.

Sugerir correcção
Comentar