José Carlos Barros, Prémio LeYa 2021, o poeta que começou a escrever prosa no blogue Casa de Cacela

O escritor já tinha sido finalista do prémio LeYa em 2012. O romance As Pessoas Invisíveis foi elogiado pelo júri, que se reuniu vitualmente, pelo seu trabalho de linguagem. O valor monetário é nesta edição de 50 mil euros.

Foto
pedro cunha / arquivo

O poeta e romancista José Carlos Barros venceu por unanimidade nesta terça-feira o Prémio Literário Leya 2021 com o romance inédito As Pessoas Invisíveis.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários