Placa com 3500 anos com o Épico de Gilgameš roubada na Guerra do Golfo foi devolvida ao Iraque

Fim de processo encetado há décadas e que teve desfecho judicial este Verão depois de o artefacto ter sido detectado no Museu da Bíblia, em Washington.

Foto
A placa de Gilgameš, na conferência de imprensa desta terça-feira SABA KAREEM/Reuters

Uma placa de argila com 3500 anos da qual consta o Épico de Gilgameš, epopeia babilónica que é um clássico global e um dos poemas do Médio Oriente mais difundidos dois mil anos antes do nascimento de Cristo, foi restituída ao Iraque pelo Governo dos Estados Unidos depois de supostamente ter sido roubada durante a Guerra do Golfo em 1991. A “tábua” foi exibida nos media iraquianos esta terça-feira, oficializando o final de um processo encetado em 2019 e uma restituição ordenada pelos tribunais em Julho deste ano.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários