Inquérito ao socorro tardio do INEM no acidente com carro de Cabrita ainda sem conclusões

O INEM abriu um inquérito interno para apurar as circunstâncias em que foi prestado o socorro, mas mais de cinco meses depois o processo ainda está na fase de instrução.

Foto
O médico da VMER declarou o óbito às 14h18 quando a primeira chamada de ajuda ocorreu às 13h07 Paulo Ricca

Segundo a cronologia fornecida pelo INEM ao processo de investigação do acidente em que esteve envolvido o carro do ex-ministro Eduardo Cabrita e que resultou no atropelamento mortal na A6, a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) chegou ao local mais de uma hora depois do primeiro pedido de socorro. Tal terá acontecido porque na primeira chamada de ajuda, às 13h07 do dia 18 de Junho, foi fornecida uma localização errada.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários